Dia 3 de agosto realizou-se a Taça da Europa de Malmo na Suécia, distância sprint, prova onde Vasco Vilaça alcançou a segunda posição.
Alexandre Nobre, do Portugal Talentus e Vasco Vilaça, do Sport Lisboa e Benfica, participaram na Taça da Europa de Malmo, uma prova que contou com um percurso plano e poucas curvas e uma temperatura de ar amena a rondar os 22º e com a água a cerca de 20º. Alexandre Nobre não completou a prova, enquanto Vasco Vilaça conquistou a medalha de prata.

«Estar aqui na Suécia fez com que me sentisse mais à vontade, já que conheço as pessoas e estou familiarizado com o sítio. Não é competir em casa, mas estou próximo dessa sensação», afirmou Vilaça.

Nesta Taça da Europa alinharam cerca de 75 atletas masculinos, numa natação um pouco atribulada, já que o percurso obrigava os triatletas a contornar o farol que se encontrava junto à primeira boia. Foi neste segmento que houve uma fuga por parte de alguns atletas muito bons nadadores da Nova Zelândia, mas Vilaça conseguiu alcançá-los no ciclismo, formando-se nessa altura um grupo muito grande.

Como o número de triatletas era numeroso, a entrada no parque de transição foi tática, para ver quem se posicionava melhor para partir bem colocado no segmento da corrida. «Entrei muito bem no parque de transição, depois a bicicleta caiu ao colocá-la no gancho, um pequeno percalço que me fez perder dois ou três segundos», explica o triatleta do Benfica.

Este ligeiro atraso obrigou ao aumento do ritmo de Vasco Vilaça na primeira volta da corrida para conseguir alcançar a frente da prova, um segmento em que o atleta se tem sentido bastante bem nas últimas duas competições. «Tive que ir mais rápido para alcançar os primeiros, até que me posicionei atrás do primeiro, de modo a ser ele a impor o ritmo, mas sem o perder».

Vilaça realizou o resto da prova com um sueco Gabriel Sandör e o irlandês Constantine Doherty, mas o último segmento tinha algumas curvas e Vasco não conseguiu alcançar o primeiro atleta a passar a meta.

O triatleta do Benfica fez o tempo de 00:54:00, menos 4 segundos que o primeiro classificado, o irlandês Constantine Doherty, que terminou em 00:53:46. A fechar o pódio ficou Gabriel Sandör, da Suécia, com 00:54:05.«A prova correu muito bem, estou satisfeito com o resultado e tudo indica que tenho que continuar a trabalhar como tenho feito até aqui,»afirma Vasco Vilaça.

Depois da sua estreia em 15º e da segunda posição nesta Taça da Europa, segue-se a participação no Campeonato do Mundo de sub 23, na grande final em Lausanne, na Suíça, que se realiza dia 29 de agosto a 1 de setembro.

Alexandre Nobre, que fez um bom resultado na semana passada ficando na 6ª posição no Campeonato da Europa Sprint, viu-se forçado a abandonar a prova no segmento do ciclismo: o atleta do Portugal Talentus encontra-se a recuperar de lesão, pelo que não quis forçar e comprometer a participação nas próximas competições, sendo a primeira já a Taça do Mundo de Karlovy, na República Checa, dia 25 de agosto.

Parabéns aos atletas e boa sorte para as próximas provas!

Veja todos os resultados aqui