logotipo

O TRIATLO


Três modalidades numa só

O Triatlo é uma modalidade olímpica que combina três desportos diferentes: a natação, o ciclismo e a corrida. 

Numa prova de Triatlo, os atletas cumprem individualmente um percurso onde começam por nadar, habitualmente em águas abertas (mar, lagos ou rios), depois andam de bicicleta, em estrada ou todo-o-terreno (BTT) e acabam a correr.

A ordem dos segmentos é sempre a mesma e não existe paragem de cronómetro na passagem de uma modalidade para a outra, as chamadas transições.

Dentro da modalidade de Triatlo, há depois diversas variantes: o Duatlo (corrida, ciclismo e corrida) o Aquatlo (natação e corrida) e o Aquabike (natação e ciclismo).

O Triatlo é para pessoas de ambos os género e de todas as idades, não é um desporto elitista, adapta-se a vários espaços e pode ser praticado individualmente ou em grupo. Há inclusive provas de estafetas. É uma atividade física muito completa e, ao mesmo tempo, diversificada.

Ao mesmo tempo, tem uma filosofia muito própria: ensina aos seus praticantes a respeitarem-se a si próprios, as outras pessoas e a natureza; desenvolve as capacidades de liderança, decisão, superação e espírito de equipa; transmite responsabilidade pessoal, social e cívica.

É a Federação de Triatlo de Portugal (FTP) que promove, regulamenta, dirige e expande a prática desportiva do Triatlo e das modalidades afins em todo o território nacional, ao mesmo tempo que garante uma representação condigna dos atletas portugueses em provas internacionais.

De 1995, quando Ricardo Costa se sagrou campeão do mundo de duatlo júnior, até 2013, 46 atletas portugueses conquistaram um total de 149 medalhas, em Triatlo (104) e Duatlo (45), em provas internacionais.

Vanessa Fernandes foi a que conquistou mais medalhas, um total de 51, nomeadamente a prata nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Segue-se João Silva, o português mais cotado da atualidade, com 21 medalhas em provas internacionais.

O atleta de 24 anos, natural da Benedita, Alpiarça, já foi o 1º do ranking mundial e terminou 2013 como 6º, estando a preparar-se para melhorar, em 2016, no Rio de Janeiro, o 9º lugar conquistado nas Olimpíadas de Londres, em 2012.
Mas outros nomes fizeram o passado e fazem o presente do Triatlo português: desde Lino Barruncho, Campeão do Mundo de Duatlo Júnior em 1997, a Anaís Moniz, Campeã do Mundo Júnior em 2005, passando por Bruno Pais, que vai dedicar-se agora às distâncias maiores, João Pereira ou Miguel Arraiolos, esperanças nacionais para os Jogos do Rio, onde Portugal conta levar quatro atletas – três homens e uma mulher.

As várias distâncias no Triatlo são:

  • Super-Sprint: 350 metros de natação / 10 km de bicicleta / 2,5 km de corrida
  • Sprint: 750 metros de natação / 20 km de bicicleta / 5 km de corrida
  • Olímpica: 1,5 km de natação / 40 km de bicicleta / 10 km de corrida
  • Meio-Ironman: 1,9 Km de natação / 90 km de bicicleta / 21 km de corrida
  • Ironman: 3,8 km de natação / 180 km de bicicleta / 42 km de corrida
  • Ultraman: 10 km de natação / 421 km de bicicleta / 84 km de corrida


TOPO DA PÁGINA